Começamos a existir Naquele Sonho que faz realidade todos os outros, derramando o Seu amor, através do amor de dois seres humanos, e, no milagre da vida, descobri-mo-nos capazes de pensar, de amar, de chorar, mas também de sorrir. Misturando este sonho, agitado pela vida, assim pensamos... e do pensar a letra se faz, e da Palavra se recomeça de novo, como na Origem.

05 junho 2007

Vale a pena a vida!!!

Posso citar-me a mim próprio?! Então permitam-me que transcreva o post que aqui coloquei há um ano atrás...

"Num sonho, como que numa quimera, encontrei-me neste dia e apercebi-me de que tinham passado dezanove anos. Acabaram. Amanhã já serão vinte. E isto fez-me pensar. Sentir triste, sentir alegre, confuso, agradecido, direi para resumir que foi um turbilhão de sentimentos. É um dia importante de uma vida. Duas décadas de existência. Não sei se vale a pena ter saudades daqueles anos que já passaram, deste que termina, de outros que virão. Mas vale certamente ter esperança, a esperança que não acaba quando os anos terminarem. Sinto-me agradecido. Ao mesmo tempo confiante. Não sei o que me espera ao virar da página. Mas a alegria da vida, a força que brotada juventude e a serenidade que o tempo trás à maturidade adquirida, são coisas maravilhosas. Grito bem alto: vale a pena a vida. Vale a pena amar, sofrer, sorrir, chorar, criar, descobrir, inventar, errar, caminhar, cair, voar, nadar, saltar, correr, comer, beber, respirar, falar, calar, adorar, rezar, louvar, agradecer, conhecer, perder, ganhar, esperar, sonhar...VIVER!!! "

Digamos que as duas décadas passaram, muitas coisas mudaram, mas o essencial mantém-se: este pensador, agradecido pelo dom da vida, que quer fazer dela um serviço ao próximo.

1 comentário:

Lobo Audaz disse...

Também tu? Hoje como ontem, um ano mais Jovem. Felicito-te pela tua pela forma como vives contigo, com os outros revelando a alegria de Viveres. Parabéns Rui