Começamos a existir Naquele Sonho que faz realidade todos os outros, derramando o Seu amor, através do amor de dois seres humanos, e, no milagre da vida, descobri-mo-nos capazes de pensar, de amar, de chorar, mas também de sorrir. Misturando este sonho, agitado pela vida, assim pensamos... e do pensar a letra se faz, e da Palavra se recomeça de novo, como na Origem.

10 janeiro 2006

Será tudo um fim?!

Este texto é da minha autoria, mas prometo em breve revê-lo e torná-lo mais interessante...

Aquilo que para nós é um fim, nas mãos de Deus é uma oportunidade de criar algo de novo. Não concordas?!
Ao longo da nossa vida, desde que nascemos até que morremos, são muitas as etapas que têm um fim:
Chega ao fim o tempo de gestação, mas nascemos para a vida...
Chega ao fim o tempo em que somos amamentados, mas começamos a comer...
Chega ao fim o tempo em que os nossos passitos precisam de apoio, mas começamos a descobrir a nossa realidade envolvente...
Chega ao fim o tempo em que nos exprimimos por choros e outras "coisas" inefáveis, mas começamos a falar...
Chega ao fim o tempo em que apenas brincamos, mas começa a escola...
Chega ao fim o tempo de crianças inocentes, mas começa o tempo de adolescentes e jovens...
Chega ao fim o tempo em que procuramos conforto apenas nos braços da Mãe ou do Pai, mas encontramos outros amigos...
Chega ao fim o nosso tempo de estudos, mas começa o tempo em que aprendemos a trabalhar por nós...
Chega ao fim a dependência dos nossos pais, mas começa a nossa vida adulta...
Chega ao fim o nosso tempo de irresponsabilidade, mas começamos a construir e a conhecer as nossas responsabilidades...
Chega ao fim o tempo em que encaramos a vida sozinhos, mas começamos a viver em função de um compromisso ou de alguém, fazendo da nossa vida um dom...
Talvez chegue o tempo em deixamos de precisar que olhem por nós, mas precisamos de olhar por outros...
Chega ao fim o tempo em que olhamos por outros, mas começam outros a olhar por nós...
Chega ao fim o tempo de trabalhar, mas começa o tempo de descanso...
Chega ao fim a vida, mas começa a Vida sem fim...

Afinal, em tudo Deus criou algo de novo, mesmo quando tudo parecia ter acabado. E porquê? Porque Deus te ama loucamente! Toma consciência disto e ajuda os outros a tomarem também consciência... Mas não te preocupes, mesmo que não tenhas dado conta até agora, Deus vai mostrar-te que de facto te ama.

2 comentários:

Pe. Tó Carlos disse...

vim visitar-te! Para quando uma visita ao Fundão? Aquele abraço!

Pe Ângelo disse...

Só pelo facto de existirmos, Deus já mostra que nos ama... não é preciso nada mais... o que é preciso é nós descobrirmos isso!!! mas está qui uma boa reflexão!